Google+ Followers

sábado, 26 de junho de 2010

notícias do Palmeiras

Palmeiras será responsável em descobrir talentos em Curitiba; Clube quer expandir sua marca no sul

Parceria para base é firmada pelo Verdão










O Palmeiras fechou mais uma parceria para alavancar as categorias de base do clube. O acordo firmado com o Clube Atlético Paranaense em Curitiba, faz com o clube seja responsável por todo projeto envolvendo adolescentes de 13 e 14 anos e vai contar com treinadores, comissão técnica e um coordenador, que irão trabalhar com a mesma filosofia aplicada para a categoria em São Paulo. 

Pelo acordo firmado, o Palmeiras não terá gastos com a contratação de treinadores e comissão técnica e os uniformes de treino e de jogos dessas categorias terão o distintivo do clube paulista estampados nas camisas.

Segundo os diretores da base Palestrina, Francisco Haroldo e Lourival Silvestre, um dos grandes objetivos dessa parceria é a valorização da marca na região sul do país. Para ambos o nome do Palmeiras estará em destaque nos noticiários locais e também nas competições que as respectivas categorias vão disputar

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Divirta-se jogando o clássico Donkey Kong

Divirta-se jogando o clássico Donkey Kong

Donkey Kong é um dos maiores clássicos do videogame. Um macacão malvado, que viria a ser mocinho em muitos jogos posteriormente, rouba uma princesa e um homenzinho de vermelho, na época chamado apenas de jumper, teria que salvá-la. Acontece que o homenzinho veio a ser o Super Mario, o maior ícone da Nintendo.

Com esse remake podemos matar as saudades do jogo de 1981. O jogo é muito bem feito, visualmente idêntico ao original e roda sem apresentar qualquer tipo de problema. Vale a pena baixar e relembrar os velhos tempos com o Donkey Kong Remake.

Luiz Felipe Scolari acerta até dezembro de 2012.

 
 
Felipão volta ao Palmeiras
Comemore, torcida palmeirense! Se a semana já estava alegre com a chegada do Gladiador Kleber, agora ficará ainda mais agitada com o anúncio oficial da contratação de Luiz Felipe Scolari como novo treinador do Palmeiras. Ele assinou contrato até dezembro de 2012 e vai comandar o clube após o término da Copa do Mundo.

Felipão vai se apresentar oficialmente ao Palmeiras no dia 15 de julho. Antes disso, porém, chega o auxiliar técnico Murtosa, que será apresentado na Academia de Futebol no dia 3 de julho. O preparador de goleiros Carlos Pracidelli deve retornar ao clube antes desta data, ainda durante o mês de junho. Já a contratação de um preparador físico será tomada em conjunto pela diretoria de futebol e o técnico Luiz Felipe Scolari.

O vice-presidente de futebol do Verdão, Gilberto Cipullo, conduziu as negociações representando a diretoria de futebol do clube e esteve em Portugal nesta semana para fechar os últimos detalhes da vinda de um dos maiores treinadores da história do futebol mundial e também do Palmeiras.

"Nós estamos realizando um sonho antigo e trazendo aquele que consideramos um dos maiores comandantes que o clube já teve. O Luiz Felipe Scolari teve uma passagem marcante pelo Palmeiras e conquistou títulos inéditos. Mais do que isso, criou uma identificação e uma relação de amor com todo o clube. É um prazer tê-lo de volta", disse o dirigente palmeirense.

Felipão estava dirigindo o Bunyodkor, do Uzbequistão, desde julho de 2009. O contrato que seria de 18 meses foi rescindido há algumas semanas, o que possibilitou o início das conversas com o Verdão. "É uma alegria enorme retornar para um clube que eu tenho raízes e aonde conquistei não apenas títulos, mas o carinho e o respeito de dirigentes, funcionários e torcedores. Nunca escondi minha admiração pelo Palmeiras e estou emocionado por voltar à essa casa. Sempre deixei muito claro que a prioridade era voltar para o Palmeiras e a torcida pode ter certeza que vamos ser felizes novamente", disse o novo técnico do Palmeiras, com exclusividade para o site oficial.

Em sua primeira passagem pelo Palmeiras, Luiz Felipe Scolari assumiu o clube em junho de 1997 e, logo de cara, sem grandes investimentos, conduziu a equipe ao vice-campeonato do Campeonato Brasileiro, após dois empates em 0x0 com o Vasco -o time carioca tinha vantagem por ter feito melhor campanha na fase de classificação. No mesmo ano, conquistou o Torneio Naranja, na Espanha, o Torneio Maria Quitéria, disputado na Bahia, e a Taça Governador de Goiás.

Em 1998, com os inéditos títulos da Copa do Brasil e Copa Mercosul, Scolari deu início ao projeto tão sonhado pelo clube: a conquista da Copa Libertadores da América, que viria a ser conquistada no ano seguinte. O titulo do torneio sul-americano impulsionou o Palmeiras no cenário mundial e deu ao clube algo que jamais havia sido conquistado nos mais de 90 anos da história palmeirense.

Felipão não parou por aí. Em 2000, em seu último ano no comando alviverde, fez uma excelente campanha e levantou o caneco do Torneio Rio-SP. Deixou o clube alguns meses depois, após o vice-campeonato da Libertadores, mas deixou seu auxiliar, Murtosa, comandando a equipe na Copa dos Campeões do mesmo ano. E o resultado não poderia ser outro: mais um título para a galeria palmeirense e o direito de disputar a competição sulamericana do próximo ano.

No total, Felipão dirigiu o Verdão em 254 partidas: foram 127 vitórias, 64 empates e 63 derrotas. Ele é o 4o. treinador que mais vezes dirigiu o Palmeiras em toda a história do clube. Após deixar a equipe em julho de 2000, o treinador teve uma rápida passagem pelo Cruzeiro até chegar à seleção brasileira, onde atingiu o ápice da carreira com a conquista da Copa do Mundo de 2002, no Japão/Coréia.