Google+ Followers

segunda-feira, 26 de março de 2012

Saiba como transferir seus DVDs para o smartphone

Por: Rafael Rigues, PCWorld Brasil

Use dois programas gratuitos para converter discos em arquivos de vídeo compatíveis com seu Android (e seu PC), preservando trilhas de áudio e legendas.

Se você tem uma grande coleção de DVDs e um smartphone Android, especialmente os modelos com telas grandes como o Samsung Galaxy S, Samsung Galaxy S II, Motorola Atrix ou Motorola RAZR, só para citar alguns exemplos, porque não combinar os dois e criar uma biblioteca portátil de vídeos?

O processo de "ripar" um DVD e convertê-lo em um vídeo que possa ser reproduzido no smartphone já foi algo complexo, mas hoje em dia bastam dois programas fáceis de usar e algumas horas. O resultado será uma versão "de bolso" de seus filmes favoritos, com recursos como múltiplas trilhas de áudio, capítulos e legendas, que não deixa nada a desejar aos discos em sua prateleira. 

Preparativos

Para converter seus filmes você vai precisar de dois programas, ambos gratuitos e multiplataforma. Ou seja, rodam tanto em PCs com Windows quanto em Macs. São eles:

MakeMKV: Ele é o "ripper", o programa que vai extrair ("ripar", no jargão) os arquivos de áudio, vídeo e legendas do DVD e empacotá-los em um arquivo MKV que pode ser facilmente convertido com um outro programa

Handbrake: Ele é o "encoder", o programa que vai pegar o arquivo MKV gerado pelo MakeMKV e convertê-lo (processo apelidado de "encoding") para um formato compatível com o smartphone.

Você vai precisar também de espaço em disco. Até 8 GB para o arquivo MKV (dependendo do filme) e mais alguns GB para o filme convertido e arquivos temporários. No geral, recomendo no mínimo 12 GB de espaço livre em disco se você quiser seguir nossas instruções.

Para assistir o filme convertido você precisará instalar o Dice Player em seu smartphone Android. Gratuito, ele é um dos melhores media players para a plataforma: é compatível com múltiplos formatos de áudio e vídeo, suporta legendas e é capaz de reproduzir vídeo em alta-definição em uma variedade de aparelhos. Se você tem um vídeo que não "toca" no player padrão de seu smartphone, experimente no Dice Player.

Ripando

O primeiro passo é extrair o áudio, vídeo e legendas de seu DVD. Insira o disco com o filme no drive e abra o MakeMKV. Após alguns instantes você deve ver a janela abaixo.

makemkv_main-360px.jpg
A janela principal do MakeMKV: clique no ícone do DVD para "abrir" o disco

Clique no botão com ícone de um DVD e um HD (Open DVD Disc) para "abrir" o DVD. O programa irá analisar o disco, vasculhando seu conteúdo e determinando o sistema de proteção anticópia em uso (e como burlá-lo). Depois de alguns minutos você verá outra janela:

makemkv_titulo-360px.jpg
Depois da análise, o MakeMKV permite escolher quais trilhas de áudio e legendas você quer incluir no arquivo MKV

Ela lista os vários "títulos" no disco. O filme é geralmente o título (Title) maior ou mais longo. Clique na setinha ao lado dele para selecionar os itens (idiomas e legendas, ou "Audio" e "Subtitles") que lhe interessam, e desmarque todo o resto. Clique no botão Make MKV (o HD com uma seta verde) para criar o arquivo MKV com o conteúdo selecionado. O processo deve demorar alguns minutos (cerca de 30 é a média, talvez mais, talvez menos), dependendo da velocidade de seu computador, do HD, do drive de DVD e do próprio DVD. 

Quando o MakeMKV terminar a extração você deve ter em seu HD, dentro da pasta C:\Video, um arquivo.MKV de vários GB com seu filme. Agora é hora de convertê-lo em algo que seu smartphone possa tocar.

Convertendo

Abra o Handbrake, clique no botão Source, clique emVideo File e indique o arquivo .MKV que foi criado com o MakeMKV. Clique no botão Browse próximo ao campo File (sob Destination) e escolha o lugar onde o arquivo convertido será gravado e seu nome.

Na lista de Presets à direita da janela do Handbrake selecione "iPhone 4". Com isso iremos criar um arquivo m4v compatível com os aparelhos da Apple, e que também toca perfeitamente em smartphones Android. 

handbrake-360px.jpg
O Handbrake é o programa que converterá seu "DVD" em algo compatível com o smartphone

Clique na aba Audio. Aqui iremos especificar quais trilhas de áudio do DVD iremos incluir no arquivo final, ou seja, na hora de assistir o filme poderemos escolher entre o áudio original ou a dublagem (se ela existir no DVD). Clique na setinha ao lado do botãoAdd Track e escolha Add All. Todas as trilhas de áudio que você selecionou lá no MakeMKV devem aparecer na lista.

Agora clique em Subtitles, e novamente clique na setinha ao lado do botão Add e em Add All. Todas as legendas que você selecionou no MakeMKV devem aparecer na lista. Agora é só clicar no botão Start no topo da janela do Handbrake e esperar.

O processo de conversão é demorado. Um PC com um processador hexa-core Intel Core i7 3960X de 3.3 GHz e 8 GB de RAM levou cerca de 40 minutos para converter um filme de 2 horas e 20 minutos. Um MacBook Air com um processador dual-core Intel Core i5 de 1.6 GHz e 4 GB de RAM levou cerca de 3 horas. Já um PC com um processador dual-core Intel Core 2 Duo de 2.9 GHz e 4 GB de RAM levou mais de 6 horas. Deixe o micro trabalhando e vá dormir.

Tocando

O resultado de todo o processo deve ser um arquivo com a extensão .m4v de cerca de 1.5 GB (o tamanho pode variar de acordo com o filme, quantidade de trilhas de áudio, etc), que é o seu DVD convertido. Agora basta copiá-lo para o cartão de memória de seu smartphone Android usando um cabo USB e tocá-lo com o Dice Player. O arquivo .MKV criado no primeiro passo pode ser apagado.

Na hora em que você abrir o vídeo o app perguntará qual legenda você quer usar. Para mudar a trilha de audio toque no botão Menu e em Select Audio Track. Para mudar a legenda, toque Menu e em Subtitle Language.

atrix_batman-360px.jpg
Depois de converter o filme, você poderá assistí-lo no smartphone...

vlc_batman-360px.jpg

...ou no PC, com o VLC

Você também pode assistir este filme no computador usando o VLC, um dos melhores players da atualidade. O programa é gratuito, roda em PCs com Windows, com Linux e em Macs e toca praticamente qualquer formato de vídeo que você puder encontrar. Depois de instalá-lo, abra o filme clicando emMídia/Abrir Arquivo, selecione o idioma do áudio clicando no menu Áudio/Trilha de Áudio, e as legendas clicando em Video/Trilha de Legendas. Bom filme!


quinta-feira, 22 de março de 2012

Cinco informações úteis não divulgadas! Principalmente a QUARTA

1. Quem quiser tirar uma cópia da certidão de nascimento, ou de casamento, não precisa mais ir até um cartório, pegar senha e esperAr um tempão na fila.
O cartório eletrônico, já está no ar!
 
Nele você resolve essas (e outras) burocracias, 24 horas por dia, on-line. Cópias de certidões de óbitos, imóveis, e protestos também podem ser solicitados pela internet.
Para pagar é preciso imprimir um boleto bancário. Depois, o documento chega por Sedex.

Passe para todo mundo, que este é um serviço da maior importância.

2. DIVULGUE. É IMPORTANTE: AUXÍLIO À LISTA
Telefone 102... não!
Agora é: 08002800102
Vejam só como não somos avisados das coisas que realmente são importantes......
NA CONSULTA AO 102, PAGAMOS R$ 1,20 PELO SERVIÇO.
SÓ QUE A TELEFÔNICA NÃO AVISA QUE EXISTE UM SERVIÇO VERDADEIRAMENTE GRATUITO.

Não custa divulgar para mais gente ficar sabendo.
 
3. Importante: Documentos roubados - BO (boletim de occorrência) dá gratuidade - Lei 3.051/98 - VOCÊ SABIA???

Acho que grande parte da população não sabe, é que a Lei 3.051/98 que nos dá o direito de em caso de roubo ou furto (mediante a apresentação do Boletim de Ocorrência), gratuidade na emissão da 2ª via de tais documentos como:
Habilitação (R$ 42,97);
Identidade (R$ 32,65);
Licenciamento Anual de Veículo (R$ 34,11)..

Para conseguir a gratuidade, basta levar uma cópia (não precisa ser autenticada) do Boletim de Ocorrência e o original ao Detran p/ Habilitação e Licenciamento e outra cópia à um posto do IFP..

4. ARTISTA FAMOSOS FICAM EM FORMA COM EXERCICIO E DIETA?

Tudo mentira, os famosos tem uma receita secreta que deixa o corpo em forma sem esforço,
porisso conseguem perder peso muito rapido.
Tem uma coluna da Globo que mostra como funciona - http://www.colunamaisvoce.com/

5. MULTA DE TRANSITO : essa você não sabia

No caso de multa por infração leve ou média, se você não foi multado pelo mesmo motivo nos últimos 12 meses, não precisa pagar multa. É só ir ao DETRAN e pedir o formulário para converter a infração em advertência com base no Art. 267 do CTB. Levar Xerox da carteira de motorista e a notificação da multa.. Em 30 dias você recebe pelo correio a advertência por escrito. Perde os pontos, mas não paga nada.
Código de Trânsito Brasileiro
Art. 267 - Poderá ser imposta a penalidade de advertência por escrito à infração de natureza leve ou média, passível de ser punida com multa, não sendo reincidente o infrator, na mesma infração, nos últimos doze meses, quando a autoridade, considerando o prontuário do infrator, entender esta providência como mais educativa. 

DIVULGUEM PARA O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS POSSÍVEL. VAMOS ACABAR COM A INDÚSTRIA DA MULTA!!!!


quarta-feira, 7 de março de 2012

Bolsa Universidade abre 8 mil vagas para universitários

Por Rafael Ferrer, de INFO Online

São Paulo - O projeto Bolsa Universidade abriu nesta semana mais de oito mil vagas para estudantes universitários, de acordo com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.

As pessoas selecionadas atuarão como educadores do programa Escola da Família em escolas públicas de todo o Estado. Somente na Grande São Paulo são 2.533 vagas. Há faculdade com vagas para cursos de TI.

O projeto requer que o candidato esteja regularmente matriculado em uma instituição de ensino superior conveniada ao programa, não receba outra bolsa, financiamento ou similar, proveniente de recursos públicos e que tenha disponibilidade para atuar como educador universitário aos finais de semana.

A obrigatoriedade do universitário será atuar como educador, aos sábados e domingos em uma unidade participante do Escola da Família, auxiliando no desenvolvimento das atividades previstas pelo programa.

O estudante selecionado receberá bolsa integral de seu curso. A Secretaria irá arcar 50% da mensalidade, desde que não ultrapasse o teto de R$ 310. O restante da mensalidade será pago pela instituição de ensino.

Os dados pessoais devem ser enviados até o dia 13 de março de 2012 por meio do site de Inscrições para o Programa Bolsa Universidade. O site também possui a relação de vagas, regulamento e instituições de ensino conveniadas. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-Mail escoladafamilia@fde.sp.gov.br.


Veja 7 dicas para turbinar a carreira de web designer

Por Rafael Ferrer, de INFO Online
São Paulo – A carreira de web designer, profissional que cria páginas de internet com enfoque no desenvolvimento do visual do site, ainda é bastante promissora e o mercado possui grande demanda por profissionais bem qualificados e atualizados.

Segundo Celso Fortes, consultor em comunicação digital e diretor de criação da agência de publicidade digital Novos Elementos, o profissional de web designer ainda é muito procurado por causa da demanda de trabalhos e o constante lançamento de novas mídias, como TVs conectadas (SmartTVs) e a criação de novos dispositivos móveis, que requerem a adaptação das atuais páginas da internet.

"É um setor promissor, desde que o web designer entenda que a profissão requer a reciclagem constante do conhecimento adquirido", diz o diretor.

Veja abaixo sete dicas para turbinar a carreira de web designer:

1 - Estude de graça por meio da internet – A formação acadêmica é sempre válida, mas assim como acontece em outras profissões, o web designer necessita de reciclagem de conhecimento para estar sempre por dentro das novidades da área. Conteúdo sobre o assunto pode ser encontrado em tutoriais no YouTube, fóruns, comunidades em redes sociais e sites oficiais de desenvolvedores de software.

"Nem sempre os melhores profissionais são os que possuem uma ótima formação acadêmica. Há muito conteúdo grátis sobre o assunto na internet. Hoje, conheço pessoas autodidatas que atuam na área e são muito boas no que fazem", diz Fortes.

Segundo o diretor, uma programadora que atua em sua empresa é formada em artes plásticas e aprendeu as técnicas de web designer por meio de vídeos, apostilas digitais e pesquisas em diversos sites especializados. Apesar da facilidade, Fortes diz que nem todas as empresas contratam profissionais sem formação acadêmica na área.

Além da reciclagem de conhecimento, o diretor acredita que vasculhar conteúdo sobre a profissão na internet ajuda a atualizar os conhecimentos do aluno durante a faculdade.

"Muitas instituições de ensino não conseguem atualizar a grade curricular em relação à velocidade do mundo tecnológico. O aluno precisa acompanhar o que acontece neste cenário, principalmente o que ocorre nas redes sociais", diz.

2 - Seja um "heavy user" – Ser um usuário compulsivo de internet e smartphones, tablets e redes sociais ajuda a entender o ambiente de trabalho e assimilar como tudo funciona.
"Quando o trabalhador conhece a área como profissional e também como usuário fica mais fácil para absorver a necessidade de quem irá visualizar a página e também quem requer o desenvolvimento do projeto, além de saber com quais áreas terá mais afinidade", diz Fortes.

3 - Estude PHP e banco de dados ao máximo – De acordo com Fortes, a linguagem de programação PHP irá demorar a ser substituída. Linguagens com enfoque em dispositivos móveis como Android e iOS também são muito requisitadas. "Há dificuldade para contratar profissionais no Brasil com formação nestas ferramentas", diz. Ainda de acordo com o diretor, conhecimento em MySQL, Oracle e MSSQL é um diferencial.

4 – Torne-se um craque no pacote Adobe – Os softwares da Adobe possuem ferramentas avançadas para criar páginas da internet e outras mídias. O pacote Creative Suite, por exemplo, possui softwares para a criação de aplicativos para Android, BlackBerry, iOS e conteúdo HTML5 e edição de vídeos. "Trabalhar com diversos formatos só aumenta a audiência e exposição do projeto do cliente", afirma Fortes.

5 – Evite os templates prontos – Segundo o diretor, sites prontos comprados pela internet são usados por profissionais iniciantes e devem ser evitados.

"As pessoas procuram por estes arquivos por serem templates baratos, custam em torno de 100 dólares, mas vários sites usam o mesmo visual e isso não é legal. Além disso, o profissional encontrará dificuldade em editar a página para incluir algumas funções, como interações sociais e gerenciamento de conteúdo", afirma.

De acordo com Fortes, um site personalizado desenvolvido integralmente com um web designer pode custar de R$ 3 mil até R$ 20 mil.

6 – Aprenda a usar o Google Analytics – A ferramenta do Google é ótima para acompanhar a audiência do site, saber a eficiência dos recursos de marketing, verificar a origem dos internautas e checar o que o usuário busca dentro da página.

7 – Amplie seu networking – Conhecer outros profissionais da área é uma maneira de adquirir conhecimento sobre novas ferramentas e esclarecer possíveis dúvidas. "Para as pessoas que trabalham remotamente, que é muito comum nesta área, é necessário estar sempre conectado por meio de mensageiros e redes sociais para manter contato com os colegas de trabalho", diz Fortes.