Google+ Followers

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Windows 8

Veja 5 pontos que a Microsoft pode apresentar nesta quarta-feira

A Microsoft apresentará nesta quarta-feira (29/02), durante o Mobile World Congress, uma prévia do Windows 8, sua plataforma que rodará em PCs e tablets.

Espera-se que o novo sistema operacional rode bem em PCs que utilizem o Windows 7 e até em máquinas com XP. Já para os usuários que têm contato com dispositivos touch, a Microsoft deve entregar uma nova experiência ao dar a oportunidade de utilização do seu primeiro sistema operacional que foi desenvolvido para ter esse tipo de interação.

Veja o que mais a Microsoft pode mostrar durante a prévia para consumidores desta quarta-feira:

  • Processadores: a versão que será apresentada nesta quarta-feira terá processador AMD ou Intel, apesar de boatos afirmarem que os tablets que terão o sistema operacional também funcionarão com chips ARM. Um ponto importante os tablets baseados ARM do Windows 8 é que eles não vão correr aplicações Windows Legacy. Já os com chips Intel e AMD devem oferecer suporte aos apps. Pelo menos essa é a promessa da Microsoft.
  • Fim do botão iniciar: houve rumores, nenhum deles confirmado pela Microsoft, que davam conta de algumas grandes mudanças (para além do óbvio além da interface do Metro). Uma das mais comentadas é que a companhia abandonará o botão Iniciar para utilizar um "hot corner" – que permitirá que o usuário, ao passar o mouse sobre ele, alternem entre a interface Metro e a Windows Explorer Interface.
  • Novo logo: outros boatos afirmam que o novo sistema operacional que será apresentado irá abandonar o antigo logo e utilizará um mais simples, em tons de cinza. Embora ele corra o risco de ficar menos bonito, a proposta seria consistente com a nova interface que a Microsoft desenvolveu para o Visual Studio 11, que é otimizada para a construção de aplicativos para a plataforma.
  • Aplicativos: a Microsoft não confirmou se as novas aplicações Windows 8 para Metro estarão disponíveis para os consumidores baixarem junto com o Windows durante a prévia, mas seria uma boa ideia disponibilizar ao menos algumas para que os usuários façam testes a fim de obter uma sensação real de uso da plataforma nos tablets e PCs.
  • Loja de aplicativos: a Microsoft também irá abrir a sua loja de apps do Windows para uma pré-visualização nesta quarta-feira. Novamente, não se sabe se todos os apps reais estarão disponíveis para compra, mas deve ser suficiente para permitir aos usuários ver como a loja funciona e comparar o processo de compra com o utilizado pela Apple e pelo Android.

Os usuários que quiserem instalar o Windows 8 precisam de um desktop com pelo menos um processador de 1GHz, 1GB de RAM, 16 GB disponíveis no HD e suporte a gráficos DirectX.

Com informações do jornalista Paul McDougall, da InformationWeek EUA

Qualidade da banda larga

Operadoras são obrigadas a dar software para medir qualidade da banda larga

Da Redação idgnow

A partir de hoje(29/02), teles terão de liberar em seus sites ferramenta para avaliar o serviço, segundo determinação da Anatel.

A partir de hoje, 29, os usuários poderão medir a qualidade de sua conexão à internet por meio de um programa disponível nos sites das prestadoras Oi, Net, Telefônica, GVT, CTBC Telecom, Embratel, Sercomtel e Cabo Telecom.  

A medida consta da Resolução Anatel nº 574, de outubro de 2011, da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que aprovou o Regulamento de Gestão da Qualidade do Serviço de Comunicação Multimídia (RGQ-SCM).

Inicialmente, a medição será apenas um teste. No entanto, a partir de outubro, as operadoras poderão sofrer sanções caso não cumpram requisitos de qualidade das conexões estabelecidos pela Anatel.

A aferição dos internautas poderá ser feita apenas em conexões fixas. A partir de outubro, também as conexões móveis terão que contar com um programa para medição, que deve ser diferente deste.

O regulamento da agência estabelece padrões de qualidade para o serviço, "de forma a promover a progressiva melhoria da experiência do usuário em aspectos relacionados ao atendimento e ao desempenho das conexões de banda larga fixa".

A Anatel obriga operadoras fixas e móveis a entregar aos assinantes um percentual mínimo da velocidade de conexão contratada – esse índice aumentará gradualmente. Atualmente, muitas empresas garantem apenas 10% da taxa de download - ou seja, se o plano é de 10 Mbps, entregam 1 Mbps.

O regulamento diz que as operadoras de internet fixa e de celular são obrigadas a oferecer no mínimo 20% da velocidade contratada a partir de novembro de 2012, 30% em 2013 e 40% em 2014.

O software de medição é gratuito e deve estar disponível para os usuários, em local de destaque, nos sites das prestadoras com mais de 50 mil acessos em serviço. As avaliações poderão ser realizadas pelo próprio usuário, "o que lhe proporcionará transparência e controle sobre as condições de fruição do serviço contratualmente previstas", diz o comunicado da agência.

As operadoras devem ainda liberar uma cartilha informativa contendo a descrição dos parâmetros de qualidade medidos, bem como instruções sobre a correta utilização do software.

O programa permitirá que o usuário tenha acesso aos resultados de cada medição, os quais deverão apresentar, no mínimo, os seguintes parâmetros de sua conexão à internet:   
• data e hora da medição
• localização da medição
• velocidade instantânea
• latência bidirecional
• variação de latência (jitter)
• taxa de perda de pacotes


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Cartão de memória

Quantas fotografias cabem no cartão de memória?

Avalie a capacidade e o tipo de cartão de memória na hora de comprar uma câmera fotográfica digital e programar as viagens


Vai trocar a câmera? É bom levar em conta o formato do cartão de memória. O padrão mais compatível hoje é o SecureDigital (SD), em particular na sua forma menor, o MicroSD. Por isso, ele é a melhor escolha, especialmente para quem tem mais de uma câmera digital na família. Há até opções de adaptador do MicroSD para formatos de outros fabricantes, como o MemoryStick, da Sony, ou o CompactFlash. Mas esses adaptadores não são fáceis de encontrar.

Cartão com classe
Já viu cartões SD com indicação de classe? Trata-se da velocidade de leitura e gravação. Quanto maior a "classe", mais rápido o cartão grava. Isso é relevante em câmeras digitais com muitos megapixels, já que uma gravação rápida antecipa o clique seguinte. Em filmadoras, como há um fluxo constante de dados para o cartão de memória, a classe também é importante. Algumas câmeras indicam, no manual, qual é a menor classe de cartão SD a ser utilizada. Atualmente, há cartões Classes 2, 4 e 6 e 10, com velocidades de transferência de dados de 2, 4, 6 e 10 MB por segundo, respectivamente.

Tamanho versus praticidade
Para quem tira centenas de fotos numa viagem, é bom pesar o número de cartões de memória versus o espaço de cada um. Nem sempre ter um cartão gigante é a melhor solução. Para a cópia de dados, a câmera terá de ser desativada por um bom tempo. Para não interromper os cliques, use dois ou mais cartões, variando entre eles quando for necessário passar as fotos para o notebook ou HD externo. Mas se você costuma perder coisas com facilidade, usar um único MicroSD (e dentro da câmera) pode ser melhor.


fonte:

http://info.abril.com.br/dicas/fotografia/outros-12/quantas-fotografias-cabem-no-cartao.shtml

Kinect

Novo hack de Kinect permite que você "brinque de roleta russa" virtual

Modder Theo Watson criou modificação do sensor de movimentos da Microsoft para o evento Art Hack Day, em Nova York
O sensor de movimentos Kinect, criado pela Microsoftpara o Xbox 360 (mas já disponível para PC), permite diversas funções interessantes aos jogadores: para se jogarForza Motorsport 4, por exemplo, você só precisa posicionar suas mãos como se estivesse segurando um volante de carro de corrida. No game The Gunstringer, você aponta uma "arma" para a TV e o personagem do jogo atira.

Pensando nas diversas possibilidades do Kinect, o modder (nome dado a especialistas em hardware e software que criam novas funções para programas e aparelhos) Theo Watson criou, para o Art Hack Day, um evento local que ocorre no Brooklyn, Nova York, uma modificação que permite ao jogador brincar de "Roleta Russa" com o sensor de movimentos.

Você pode conferir o vídeo da modificação abaixo:

Porto Digital


Porto Digital: conheça o pólo tecnológico da região Nordeste

Zona portuária do Recife abriga empresas de tecnologia há 12 anos, e participantes são detentores de vários prêmios em nível mundial
É certo chamar uma iniciativa que une o governo, a iniciativa privada e o setor acadêmico, que é vencedora do Prêmio em Excelência de Inovação em Gestão Pública e concorrente do prêmio Greenbest 2012, de "popular"? A resposta mais razoável seria "sim". Entretanto, há casos em que, independentemente de todas as congratulações recebidas, projetos continuam desconhecidos para além de suas fronteiras.

Este é o caso do Porto Digital, um projeto que já existe há 12 anos, que não só é o objeto de todas as menções acima, como também promoveu uma revitalização completa na zona portuária do Recife, capital pernambucana - antes, uma área mal aproveitada, semi-abandonada. A equipe do Olhar Digital teve a oportunidade de conversar com Joana Sampaio, coordenadora do projeto, para que ela nos falasse um pouco mais sobre o que é e como foi concebido o Porto Digital.

"Desde sua criação, em julho de 2000, o Porto Digital tem investimento do Governo do Estado de Pernambuco, além de um montante vindo de empresas privadas do setor de TI e também de universidades locais. Foram aproximadamente R$ 90 milhões investidos na reforma da zona portuária da capital e na criação do que hoje se conhece como o parque tecnológico 'Porto Digital'", explica Sampaio. "Hoje, o porto abriga centenas de empresas do ramo tecnológico, usufruindo dos recursos criados a partir da revitalização dos 40 mil m² do local".

Reprodução

Qualquer projeto criado dentro do Porto tem auxílio em logística, distribuição de recursos e ajuda financeira. Por causa disso, o Porto Digital já perdura por mais de uma década gerando cerca de 6 mil empregos em quatro centros de pesquisa de tecnologia, quatro multinacionais, além das startups que também estão sediadas ou possuem escritórios no parque.

Para capacitar a zona portuária para essa finalidade, Sampaio conta que foram necessárias revisões na estrutura primária: os idealizadores do projeto mexeram em cabeamento, fiação elétrica e outros fatores básicos, atualizando tudo para padrões mais modernos. Depois, foi necessária a instalação de fibras ópticas (8 quilômetros em 100 hectares) e a implantação de 26 quilômetros de dutos de ventilação e saneamento.

Reprodução

Na maior parte, as empresas que estão instaladas no parque são voltadas para o desenvolvimento de software para gestão empresarial, soluções para o mercado financeiro e para a área de saúde, mas também há startups que desenvolvem games, sites e intranets empresariais e ainda controle de trânsito e mecanismos de segurança patrimonial. Grandes empresas como Microsoft, IBM, Samsung e Motorola possuem bases instaladas no parque, sendo que a Motorola mantém o único centro de verificação e integração de teste de software para celulares da marca no mundo - um investimento de US$ 20 milhões da fabricante estadunidense.

De acordo com um estudo feito em 2010, o Porto Digital fatura quase R$ 900 milhões por ano, engloba quase 500 empreendedores em seu parque e paga salários acima de R$ 2,5 mil. A maior parte de sua mão de obra possui ensino superior e pelo menos um segundo idioma. Atualmente, o Porto Digital se caracteriza por oferecer alta taxa de empregos ao público jovem: 35% dos trabalhadores de lá têm entre 17 e 25 anos.

No parque, a maior parte das companhias atua na oferta de serviços de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) - são 147 empresas neste setor, das pouco mais de 200 que têm base no pólo. Vale ressaltar: 89% das empresas no Porto Digital são matrizes.

Marilia Souto Maior de Lima, co-fundadora e CEO da Silicon Reef, diz que o Porto Digital foi bastante importante para o desenvolvimento da sua empresa. A startup dela atua no segmento de projetos de hardware. Especificamente, na captura de energias naturais, como a solar, e no emprego dela em circuitos eletrônicos integrados: "Nós começamos na universidade, dentro de um grupo de pesquisa. Depois de alguns anos, entramos para o C.E.S.A.R, uma incubadora de empresas dentro do Porto Digital, o que nos auxiliou na hora de estabelecer um negócio próprio". Ela diz que o Porto Digital ofereceu suporte em todas as áreas: capacitação profissional, seleção e montagem de infraestrutura e até ajudou na abertura de um escritório em São Paulo.

"Embora nosso segmento seja muito específico, o que, na maior parte dos casos, nos isole de parcerias ou trabalhos em conjunto, é inegável que o Porto nos ajudou muito no estabelecimento da Silicon Reef", diz.

João Paulo Oliveira, sócio-fundador da Proativa Soluções, concorda com ela. O empresário atua fora do Porto, mas trabalha continuamente com as empresas instaladas no parque tecnológico de Recife. "[O Porto Digital] tem uma cultura empreendedora. Lá, respira-se tecnologia de todo tipo, além de existir uma ênfase em fomento, auxílio ao pequeno empresário. Definitivamente, é um dos corações tecnológicos do Brasil".

Seria o Porto Digital a versão brasileira do Vale do Silício, na Califórnia? Rindo, Joana Sampaio, coordenadora do projeto, diz que não é para tanto, mas "estamos só começando". E você? Acha justa essa comparação? Já conhecia o Porto Digital?

Garrafa Mágica

Garrafa "mágica" promete tornar potável qualquer líquido que você colocar nela

Invenção possui lâmpada ultravioleta, que mata os micróbios da água em até um minuto 

Imagine poder beber qualquer água sem se preocupar com a origem dela, quais bactérias e que tipo de sujeira poderiam descer pelo seu corpo enquanto você se refresca. Bem, existe uma invenção que faz justamente isso, no formato de uma garrafa d'água mais incrementada.

Chamada "All Clear 'UV'", a criação da empresa Camelbak consiste em uma lâmpada ultravioleta que emite raios capazes de "explodir" bactérias e sujeiras comumente encontradas em água de torneira ou de chuva.

A invenção ainda conta com um visor LCD próximo à "tampa", onde um contador marca o tempo necessário para limpar a água - 60 segundos. Veja abaixo um vídeo demonstrativo: 



terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Novo golpe atinge milhares de usuários do Facebook

Por IDG News Service

Mais de 60 mil pessoas visitaram uma página falsa que promete um vídeo da CNN sobre "o ataque dos EUA ao Irã"; endereço distribui vírus.

Milhares de usuários do Facebook estão compartilhando links para o que seria um vídeo da CNN sobre um "ataque dos Estados Unidos ao Irã e a Arábia Saudita", segundo informações divulgadas pela empresa de segurança Sophos.

Quem clica no link para "a cobertura do ataque" vê uma mensagem pedindo para que o Adobe Flash seja atualizado. Segundo a empresa de segurança, todo esse processo traz telas bem convincentes, o que tem feito muita gente clicar e baixar um programa nocivo conhecido como Troj/Rootkit-KK.

As máquinas infectadas passam a ser controlada pelos criminosos, que publicam mensagens na rede social sem a autorização dos donos dos perfis, entre outras ações.

De acordo com a Shophos, mais de 60 mil usuários do serviço foram parar na página falsa da CNN, em apenas três horas. Na sexta 3/2, o Facebook divulgou um comunicado dizendo que estava "limpando essa mensagem indesejada de sua rede". Os responsáveis pela rede removeram o link original, mas outros surgiram com o mesmo objetivo e estão sendo compartilhados.

"Os criminosos estão criando outros endereços com o mesmo conteúdo", afirma o consultor de segurança da Sophos, Chester Wisniewski.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Skype 5.8

A Microsoft anunciou uma atualização para a versão do Skype para Windows, o Skype 5.8.0.154 ,  que adiciona chamada de vídeo em HD e permite que usuários façam chamadas de voz e vídeo diretamente por Facebook – mesmo que o cliente originário não tenha conta no comunicador de voz sobre IP. A novidade também permite compartilhamento de tela em grupo e teclas push-to-talk.

Usuários podem fazer o download da nova versão diretamente do site do Skype. Para chamadas full HD, usuários precisarão da webcam C920, da Logitech, que dá suporte a essa tecnologia, além de velocidade mínima de 2 mbps para download e upload. O compartilhamento de tela entre grupos permite que seja dividida uma janela de aplicações ou uma tela inteira com a participação das pessoas envolvidas na conference call.

Com a funcionalidade "push-to-talk", usuários podem designar uma tecla-chave para toggle microphone muting on and off. Representantes do Skype disseram que essa facilidade era requerida com frequência para jogos multiplayer.

Mas a novidade que trouxe mais comentários foi a chamada de vídeo e voz pelo Facebook. O programa, que ainda está em sua versão beta, permite que usuários façam  a chamada apenas selecionando o amigo com o qual querem falar e clicando no botão "chama de vídeo", mesmo para usuários que não tenham conta no Skype.

 A funcionalidade de ligação via Facebook, que será acionada mediante o botão "chamada de vídeo", é o ultimo exemplo de uma crescente, porém informal, parceria entre Microsoft e Facebook, sob a qual as duas gigantes de internet estão integrando seus produtos para atingir áreas-chave, especialmente, para o Google. No ano passado, por exemplo, a Microsoft integrou o "Curtir", do Facebook, em seus resultados de buscas.

 Vale lembrar, ainda, que funcionalidades como o chat no Facebook e chamadas HD já estão suportadas em clients de Skype para computadores Mac.

 Bugs

 A atualização também corrige uma série de pequenos bugs, incluindo um defeito que pode impedir a exibição de duração da chamada quando o Skype está sendo executado em modo compacto. Outra correção foi de uma falha que um erro que impedia usuários de adicionarem número de telefone a um grupo que pertencia a um contato do Facebook.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Oração

Mentalize e ore.
É uma oração curtinha, mas muito poderosa.
Quando Deus tira algo de seu alcance, Ele não está punindo-o, mas apenas abrindo suas mãos para receber algo melhor. Concentre-se nesta frase ... "A vontade de Deus nunca irá levá-lo aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo."
Alguma coisa boa vai acontecer com você hoje, algo que você tem esperado ouvir..
Deus, nosso PAI, CAMINHE pela minha casa e leve embora todas as minhas preocupações e doenças, e POR FAVOR, vigia e cura minha família em nome de JESUS.
AMEM.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Trabalhar em Casa

Por Da Redação IDGNOW

Cerca de 20% dos empregados mundiais trabalham em casa, revela pesquisa

A tendência cresceu e parece que persistirá, já que 34% dos trabalhadores que recorrem a essa modalidade dizem que o fariam em tempo integral.

Um em cada cinco trabalhadores mundiais trabalha de casa, especialmente no Oriente Médio, América Latina e Ásia. Quase 10% deles trabalham de casa todos os dias, de acordo com uma nova pesquisa da Ipsos/Reuters. O estudo mapeia profissionais que trabalham longe de seus escritórios, comunicando-se por telefone, e-mail ou em chats online, quer todos os dias, quer ocasionalmente. E ouviu 11.383 pessoas online em 24 países, incluindo o Brasil, entre 7 e 20 de outubro de 2011.

Os avanços da tecnologia e das telecomunicações permitiram que as pessoas trabalhem de forma efetiva e eficiente sem que precisem estar o tempo todo em suas mesas no escritório. A tendência cresceu e parece que persistirá, já que 34% dos trabalhadores que recorrem a esse modelo de trabalho dizem que o fariam em tempo integral, se pudessem.

Dos funcionários que já podem ser conectados online ao seu local de trabalho, 17% relatam que o faz com "em uma base frequente _ 7% dizem trabalhar todos os dias a partir de casa ou de outros lugares, enquanto outros 10% dizem fazê-lo "em uma base muito consistente e constante, como as noites e fins de semana".

Segundo o estudo, o teletrabalho é mais comum em mercados emergentes: aqueles que trabalham no Oriente Médio e África (27%), América Latina (25%) e Ásia-Pacífico (24%) são mais propensos ao trabalho remoto ​​do que os trabalhadores da América do Norte (9%) e Europa (9%).

Trabalhar de casa é especialmente popular na Índia, onde mais de metade dos trabalhadores o fazem; na Indonésia, o índice é de 34%; no México 30%, seguido por Argentina (29%), África do Sul (28%) e Turquia (27%). No outro extremo, essa opção de trabalho é menos popular na  Hungria (3%), Alemanha (5%), Suécia (6%), França (7%), Itália (7%) e Canadá (8%). Nos demais países (Arábia Saudita, Austrália, Bélgica, Brasil, China, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, Japão, Polônia, Reino Unido e Rússia) o índice é superior a 10%.

Aqueles com um nível mais elevado de educação têm maior probabilidade de adotar o teletrabalho com frequência (25%), seguidos por aqueles com idade inferior a 35 (20%) e aqueles com renda familiar alta (20%). Homens (19%) são mais propensos do que as mulheres (16%)

Vantagens são claras

A grande maioria dos funcionários em 24 países "concorda" igualmente (83%) que o teletrabalho é vantajoso. Nas duas avaliações, 36% disseram ser fortemente vantajoso, contra 47% que acreditam ser só um pouco vantajoso. Entra as maiores vantagens está a possibilidade de manter as mulheres talentosas na força de trabalho enquanto cuidam dacriação dos filhos.

"Trabalhadores da Europa e da América do Norte concordam que trabalhar de casa é uma ótima maneira de reter mulheres na força de trabalho. Isso causa menos estresse por reduzir a necessidade de deslocamento. Também pelo fato de oferecer melhor equilíbrio entre a vida profissional e pessoal", disse a gerente de pesquisa da Ipsos Global Public Affairs, Keren Gottfried, que conduziu o estudio.

Entre os pesquisados, 65 por cento disseram que trabalhar de casa é produtivo porque oferece ao trabalhador mais controle sobre sua vida profissional. "Isso dá à pessoa a oportunidade de trabalhar quando é mais produtiva", disse Keren. "Você trabalha quando sabe que pode executar seu trabalho melhor."

Seis dicas para melhorar sua produtividade

Por Meridith Levinson, CIO/EUA

Regras básicas podem ajudá-lo a organizar melhor o seu dia, e a fazer mais com menor esforço.

Se você resolveu parar de procrastinar e ser mais produtivo, suas melhores intenções podem ter sido rapidamente subvertidas por sua rotina de trabalho.

Na opinião do especialista Jason Womack, autor do livro "Your Best Just Got Better: Work Smarter, Think Bigger, Make More", mudar a forma como fazemos o nosso trabalho para melhorar a nossa produtividade é uma tarefa difícil, porque nossos processos tornam-se hábito. E, em muitos casos, esses hábitos nos fizeram bem sucedidos (mesmo que tenham nos levado muitas vezes ao limite da sanidade).

"Um gerente de nível médio, por exemplo, tem provavelmente o hábito de viver movido pelo alerta de e-mail ou o zumbido do BlackBerry", diz Womack, e ele provavelmente foi recompensado por sua capacidade de resposta. "Será difícil para ele mudar seu hábito de resposta pavloviana."

O maior erro que os profissionais cometem quando se trata de gestão de tempo, acrescenta Womack, continua sendo usar o seu tempo para atividades que não merecem dois minutos de atenção.

"Eles continuam escrevendo um e-mail mesmo já tendo respondido à pergunta na linha de assunto. Prolongam a conversa ao telefone depois de já terem abordou a finalidade da chamada. Permanecem na sala de reuniões após os pontos do encontro já terem sido cobertos."

Para impedir que você cometa os mesmos erros, Womack preparou seis dicas de gerenciamento de tempo que considera mais eficazes para o aumento da produtividade.

1. Atenha-se à regra de 15 minutos
Womack recomenda organizar o seu dia de trabalho em pedaços de 15 minutos. Segundo o especialista porque 15 minutos é tempo suficiente para fazer alguma coisa e curto o suficiente para organizar o seu dia. Se você trabalha oito horas por dia, você tem 32 períodos de 15 minutos. A jornada de trabalho de 10 horas rende 40 períodos de 15 minutos.

Quando você tem que agendar uma reunião ou conferência que pode ter uma hora de duração, Womack recomenda iniciá-la 15 minutos após a hora e terminá-la na hora. Ele acredita que as pessoas podem realizar em 45 minutos (isto é, três períodos de 15 minutos) tudo o que pensam precisar de 60 minutos para fazer. Uma reunião de 45 minutos obriga você a ter foco e ir direto ao ponto e ainda rende 15 minutos extras para cuidar de outro item da sua lista de afazeres.

2. Saiba dar uma tarefa por concluída
Continuar a trabalhar em algo quando já se fez o que essencialmente era para ter sido feito é uma significativa perda de tempo que a maioria dos profissionais sequer tem consciência.

3. Elimine as distrações
O conselho Womack é para evitar distrações específicas. Se seu gerente está propenso a interrompê-lo com perguntas, antecipe-se a ele. Transforme em rotina abordá-la para dar feedback de suas atividades, em horários mais tranquilos para ele, logo no início do dia.

Outra dica de Womack: Se você precisa fazer uma pergunta rápida para alguém, e deseja evitar o risco de ser pego em uma conversa prolongada em torno o assunto, ligue para a pessoa alguns minutos antes da hora cheia. Há uma grande chance desta pessoa não ter tempo para bate-papo, também, por conta de um compromisso pré-agendado.

4. Identifique verbos que precisam de atenção
Womack recomenda organizar sua lista de afazeres em torno de verbos, como elaboração, revisão, preparação e programação. Essas são tarefas que você pode geralmente completar em um período de 15 minutos e que ajudam a mover um projeto maior para a frente, diz ele.

Se você tem uma grande variedade de verbos em sua lista de afazeres, tais como planejar, discutir, criar ou implementar, tente substituí-los por etapas da ação, acrescenta Womack. Isso vai ajudá-lo a reduzir a sensação de estar sobrecarregado.

5. Esteja preparado para um bônus de tempo
A próxima vez que você descobrir que seu vôo atrasou ou o seu médico está atrasado, não fique irritado. Você acabou de ganhar um "bônus". Se você levar algum trabalho com você onde quer que vá, como sugere Womack, você terá a chance de realizá-lo _ responder a um e-mail, retornar uma ligação, revisar uma proposta ou elaborar um plano.

6. Use atalhos de e-mail
Womack observa que tanto o BlackBerry quanto o iPhone permitem aos usuários criar atalhos de teclado para o envio de e-mail. Ele criou vários atalhos de teclado que reutiliza frequentemente. Por exemplo, se alguém envia um e-mail a Womack pedindo-lhe informações sobre como usar o Microsoft Outlook de forma mais eficaz, tudo que ele tem que fazer é digitar o seu atalho, "OL", que preenche automaticamente o seu e-mail com uma resposta padrão para a pergunta. (Este vídeo demonstra como criar esses atalhos de teclado no iPhone 4S. E este mostra como criá-los em um BlackBerry.)

Womack defende a tese de que o uso desses atalhos o tem feito economizar uma tonelada de tempo desde que ele desenvolveu várias respostas para algumas das perguntas mais comuns que as pessoas fazem a ele. O impedem de ter que recriar a resposta toda vez que alguém envia uma dúvida recorrente por e-mail.

Em resumo, ser mais produtivo só depende de você. Mantenha-se responsável por sua produtividade. No final de cada dia, durante 20 dias, yome nota de tudo o que você fez com o seu tempo naquele dia. Anote as pessoas com as quais você se encontrou, os projetos ou tarefas que você completou, ou o que você aprendeu.

O exercício soa um pouco como o trabalho escolar elementar, mas a intenção é torná-lo consciente de como você gasta seu tempo.


Cinco maneiras para proteger seu e-mail no trabalho

Por PC World / EUA

Clássica forma de mensagem ainda resiste no ambiente profissional, apesar do crescimento do Facebook e Twitter; conselhos incluem senhas fortes e conexões HTTPS.

Apesar  da popularidade dos meios de comunicação em tempo real como mensagens instantâneas, assim como updates no Facebook e no Twitter, a maioria dos ambientes de trabalho ainda usa e depende do bom e velho e-mail. Por mais útil que ele seja, também pode ser perigoso. Arquivos anexos podem trazer vírus, e mensagens de e-mail podem esconder links para ataques de phishing que te levam a sites falsos em uma tentativa de roubar suas informações de login. 

Grandes empresas de tecnologia, incluindo Google e Facebook, buscam estabelecer um novo padrão chamado DMARC para reduzir essas ameaças no futuro. Mas enquanto isso não acontece existem cinco coisas que você pode fazer para deixar seu e-mail mais seguro. Confira abaixo.

1. Use uma senha...
Parece óbvio, mas nem sempre é. Sua senha é sua primeira e mais importante linha de defesa na proteção do e-mail. Apesar de a maioria dos sistemas de e-mail exigir, existem muitas maneiras de não precisar para acessar seu e-mail. Por exemplo, usar o Outlook ou o Thunderbid em um notebook sem nenhuma tela de login deixa expostos todos os e-mails que já foram baixados, mesmo que você use uma senha para fazer o download. Se você não tem senha ou PIN em seu telefone móvel, seu e-mail também é deixado sem proteção. Esteja certo de exigir senhas em qualquer aparelho que tenha e-mail, assim como com em qualquer programa.

2. ...e esteja certa de que é segura
Apesar de usar uma senha ser algo essencial para proteger seus e-mails armazenados localmente, ter um código seguro é algo crítico para e-mails com acesso remoto. Ao usar uma senha que seja complexa, com pelo menos oito caracteres que misture letras e números e inclua maiúsculas e símbolos, o ato de adivinhar ou "crackear" torna-se dramaticamente mais difícil. Além disso, usar senhas diferentes para cada conta que você tem evita que uma exposta em um sistema seja usada e comprometa o acesso a outros serviços.

3. Use conexões HTTPS
Quando estiver em sistemas de e-mail baseados na web, use o método seguro HTTPS, que criptografa seus dados à medida que viajam na Internet, e sempre que possível torna mais difícil que seus dados sejam interceptados e caiam em mãos erradas. Sistemas como o Gmail, da Google, ou o Hotmail, da Microsoft, oferecem uma opção para usar o HTTPS. Busque pelo HTTPS no início do endereço do site na barra do seu navegador. Em browsers mais novos, você verá também um cadeado verde lá, indicando que a página é segura.

4. Evite anexos
Tome cuidado com o que você faz com seu e-mail, especialmente ao abrir anexos – como podem conter vírus e malwares, abra apenas as mensagens com arquivos que já esteja esperando. Os vírus podem se esconder em mensagens dos seus amigos (ou que parecem ser deles), por isso, quando estiver em dúvida, pergunte ao remetente o que há no anexo antes de abrir. Não recuse um scan por vírus se o seu serviço de e-mail oferecer ao baixar o anexo. Outros métodos de compartilhar arquivos, como usar o Box.com ou Dropbox, são mais seguros. Mas mesmo com esses, esteja certo de estar usando uma conexão segura e que o arquivo esteja vindo da conta do seu colega, e não de um impostor.

5. Fuja de ataques de phishing
Se você é o alvo de um ataque de phishing, uma mensagem de e-mail enviada para você parecerá ter sido enviada por uma fonte que você conhece. Esses ataques usam links para te levar para um site falso que tenta te enganar e fazê-lo digitar suas informações de login, o que permitirá aos criminosos acessarem sua conta verdadeira. Esforços atuais tentam reduzir esse perigo, como a recém-anunciada colaboração DMARC, que uma vez adotada deve ajudar a assegurar que as mensagens sejam realmente de quem afirmam ser. Mas até que esses e outros esforços parecidos cheguem para valer, evite clicar em links dentro de mensagens de e-mail, mesmo aqueles que parecem ser dentro da sua própria empresa. Em vez disso, use um favorito (bookmark) que já tenha salvo ou digite um endereço manualmente para um site que deseja visitar.